Fasubra assina acordo com o governo e encerra greve

0

O Comando Nacional de Greve da Fasubra Sindical em reunião na tarde de terça-feira, 06, com representantes do governo federal, oficializou o Termo de Acordo referente às negociações realizadas no período de greve. Também foi assinado o Termo de Acordo de reposição de trabalho, com teor semelhante ao firmado na greve de 2012 (a reposição será do trabalho acumulado durante o período da greve). Os documentos, que também fazem parte do processo de 2014, deverão ser homologados no Superior Tribunal de Justiça (STJ).


Reajustes 

O índice de reajuste para agosto de 2016 será de 5,5% e em janeiro de 2017 será de 5%, com a inclusão de 0,1% de reajuste no step (diferença entre um nível e outro na tabela salarial). Já os benefícios serão reajustados a partir de janeiro de 2016, nos seguintes índices: auxílio saúde, 22,8% (diferenciado por idade e faixa salarial); auxílio pré-escolar hoje com valores variáveis, de 66 a 95 reais, passa para R$ 321,00 . O auxílio alimentação sobe de R$ 373,00 para R$ 458,00.

Abono permanência

O secretário de Ensino Superior do Ministério da Educação, Jesualdo Farias, afirmou na mesa de negociações que, com a retirada do abono permanência, cerca de 17 mil trabalhadores técnico-administrativos e 7 mil docentes podem aposentar no próximo ano. De acordo com a Federação, se isso ocorrer de fato, a universidade pode fechar as portas em áreas estratégicas. “A luta para o próximo ano será árdua”, é o que confirmam os coordenadores e base da Federação presentes ao ato de encerramento do movimento.

Por Luciana Castro
com edição da redação
Fonte: FASUBRA Sindical

Compartilhar.

Autor

Leave A Reply

X