Ato contra EBSERH e privatização do SUS no RJ aponta para a luta unificada

3

Caravana do Sinditest na concentração para o Ato que saiu da Praça da Cruz Vermelha – RJ.

Na última sexta-feira (06) foi realizado nas ruas do Rio de Janeiro o Ato contra a Privatização do SUS e a EBSERH. O Sinditest participou com uma delegação de três ônibus da mobilização chamada pela FASUBRA e que reuniu diversas entidades e organizações de todo o país.

Durante o ato o sindicato lembrou da luta contra a privatização do HC na UFPR, que acabou sendo feita usando força policial, com prisão de um militante e através de um golpe pelo telefone celular comandado pelo reitor Zaki Akel. “Travamos uma luta dura, mas a EBSERH foi aprovada de forma criminosa no Hospital de Clínicas. Isso só reforça nosso argumento de que a EBSERH é um crime contra a saúde pública, contra o trabalhador da saúde”, relatou Carla Coblachini, diretora do Sinditest.

O Ato no Rio de Janeiro tem importância central para engrossar e unificar as lutas que chamam o olhar da população para o ataque ao serviço público de saúde. Assim como ocorreu na maior parte dos HUs federais, a UFF e a UFRJ seguem resistindo a duras penas contra o assédio do Governo Dilma por meio da privatização com a EBSERH.

Para Rogério Mazola, representante da FASUBRA, o governo instalou um clima de terror com a EBSERH. “O governo que colocar um clima de que o hospital que não aderir à EBSERH vai ficar com recursos mais e mais estrangulados. Nós queremos dizer que os recursos para a saúde serão garantidos nas ruas com mobilizações por que não aceitamos o modelo que aponta para a privatização e duplas portas”, afirmou Mazola.

Caravana do Sinditest na concentração para o Ato que saiu da Praça da Cruz Vermelha – RJ.

Os trabalhadores também lembraram em suas falas dos ataques do governo federal com a edição das MPs 664 e 665, que retira direitos da classe trabalhadora, a reabertura do projeto de lei das terceirizações, as demissões em massa das montadoras e fábricas por todo o país, o corte de verba para educação e saúde e ao mesmo tempo em que promove o aumento dos juros, da inflação, das tarifas de água, energia e dos combustíveis.

Paulo Barela, da CSP-Conlutas, ressaltou que a presidente Dilma está movendo ataques violentos a classe trabalhadora para garantir os lucros dos empresários. “Nesse país vivemos uma escalada violenta de corrupção, mas isso não é nenhuma novidade por que o sistema capitalista se alimenta da corrupção. Tanto Dilma, quanto governos do PT, PSDB e todos os outros, pelos estados e municípios roubam a máquina pública para beneficiar os burgueses, os ricos e poderosos”, afirma.

Unificar as lutas e fortalecer a classe trabalhadora!

A luta feita servidores públicos do Paraná com a ocupação da Assembleia Legislativa foi fortemente lembrada e referenciada pelos movimentos que participaram do ato. É preciso unificar as lutas para vencer a lógica do lucro impressa pelos patrões e pelos governos burgueses. Além de estudantes e do movimento popular por moradia, diferentes categorias participaram da manifestação na sexta. Além de servidores públicos federais do Amazonas, Brasília, São Paulo, Paraná, Espírito Santo, São Paulo e Rio de Janeiro, estavam presentes os petroleiros, trabalhadores da COMPERJ, garis, professores do estado do RJ, bancários. “É preciso que unamos as nossas forças e a resposta que nós temos que dar pras políticas do governo, dos empresários e dos capitalistas, é construir uma poderosa greve geral nesse país, que una a classe trabalhadora e para exigir seus direitos”, defende Barela.

Estudantes e trabalhadores de diversas categorias marcham lado a lado no RJ.

Veja as demais fotos do ATO na página do sindicato no Facebook: Sinditest Sindicato


ASCOM Sinditest

Compartilhar.

Autor

3 Comentários

  1. 389192 883426It is difficult to acquire knowledgeable individuals about this topic, and you sound like what happens youre speaking about! Thanks 432010

  2. 660930 574961I want to thank you for the excellent post!! I surely liked every bit of it. Ive bookmarked your internet site so I can take a appear at the latest articles you post later on. 156246

Leave A Reply

X