Sindicatos de seis estados brasileiros aprovam estado de greve

21

Reforma da previdência, ajuste fiscal, ataques ao serviço público, cortes nos orçamentos das universidades federais. São inúmeras as pautas dos sindicatos que recentemente aprovaram, em assembleias da categoria, o estado de greve. Até o momento, profissionais de seis sindicatos que compõem a base da FASUBRA estão com as suas atividades suspensas em protesto à atual conjuntura.

Em Minas Gerais, técnicas e técnicos administrativos da base do SINDIFES estão paralisados desde o dia 22 de agosto, segunda-feira. Em Goiás, servidoras e servidores da Universidade Federal de Goiás (UFG), Instituto Federal de Goiás (IFG), Instituto Federal Goiano (IF) e do Hospital de Clínicas da UFG também aderiram ao movimento grevista.

Endossam as greves locais, trabalhadores (as) da Universidade Federal do Piauí e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, bem como TAE’s da Universidade Federal da Grande Dourados, no Mato Grosso do Sul, que aprovaram o indicativo de greve em assembleia realizada no dia 13 de agosto.

om64

FASUBRA

O calendário de greve geral para todas as bases da FASUBRA – incluindo o Sinditest-PR – ainda não foi definido. A entidade informa que a data será estabelecida na reunião ampliada do Fórum dos Servidores Públicos Federais, prevista para o dia 14 de setembro.


Crédito da Imagem: Fasubra/ Assufrgs
Assessoria de Comunicação e Imprensa do Sinditest-PR

Compartilhar.

Autor

21 Comentários

Leave A Reply

X