ACT Funpar/HC 2019/2020: Comissão Obreira é eleita em Assembleia

Em assembleia realizada nesta quarta-feira (13), trabalhadores da Funpar/HC elegeram a Comissão Obreira que irá representar a categoria nas negociações do acordo coletivo deste ano com a patronal. O mesmo grupo, composto por funcionários da base e por dirigentes sindicais indicados pela gestão da entidade, integrará ainda uma Comissão responsável por acompanhar as questões referentes ao TAC – Termo de Ajuste de Conduta junto ao Ministério Público.

Compõem a Comissão Obreira por designação do Sinditest: Maria Aparecida Oliveira, Rafael Krasota e Mariane de Siqueira – os três titulares, e como suplentes Máximo José Dias Colares, Youssef Ali Miguel Ghamoum e Edneia Florêncio Pereira. Juçara Maleoni de Oliveira, Rosana Regina Nunes da Silva e Carmem Luiza Moreira são as titulares eleitas pela base. Na suplência Luiz Carlos Monteiro da Silva; Silvia Helena Spuldaro; e Josiane de Fátima Kruger dos Santos

“Apesar de tantos ataques, tantas coisas acontecendo, nós temos o nosso Acordo Coletivo que nós temos que tocar. Vamos oferecer um curso para essa comissão, capacitá-la para que novamente consigam fazer um bom acordo”, explica Maria Aparecida, trabalhadora da Funpar e uma das coordenadoras do Sindicato.

Neste ano, o ACT deverá ser celebrado até o dia 1º de maio – data-base da categoria. Por isso, o sindicato recomenda que a pauta de seja finalizada até a data limite de 21 de março.

“Com a aprovação da Reforma Trabalhista temos que lidar com o fim da ultratividade – princípio que assegurava o convencionado no último ACT até a realização do próximo. Para que ninguém saia prejudicado, vamos ter que acelerar este acordo”, justifica Mari Siqueira.

Comissão Obreira e direção sindical começam amanhã (14) as capacitações para as negociações, com curso sobre indicadores econômicos e demais assuntos pertinentes ao ACT. Trabalhadores da base interessados no tema poderão participar da formação, marcada para esta quinta e sexta-feira, a partir das 9 horas, na sede administrativa do sindicato.

TAC

Além das atribuições tradicionais da Comissão Obreira, os membros eleitos acumularão ainda a responsabilidade de integrar uma comissão para estabelecer os critérios de desligamentos dos empregados da Funpar em atendimento à ordem judicial proferida na ACP 98908/2002 da 1ª Vara do Trabalho de Curitiba, Paraná. Tal Comissão será constituída também por representantes da Reitoria, do Hospital de Clínicas, da Funpar e do Sindicato, conforme parágrafo único da cláusula 22ª do ACT 2018/2019.