A greve é um direito! Não aceite ameaças!

0

Por José Carlos de Assis, o Zé Carlos, Diretor do SINDITEST

Diga Não ao Assédio Moral! Denuncie!

Mal a greve começou e surgiram as primeiras ameaças aos trabalhadores, principalmente aos do Hospital de Clínicas. Já na deflagração da greve, no dia 29 de maio, começaram os boatos caluniosos de alguns indivíduos que se venderam à direção da EBSERH e à reitoria da UFPR, e que agora usam seus conhecimentos adquiridos enquanto dirigentes sindicais para atacar e ameaçar os trabalhadores.

As ameaças de corte de ponto e corte do adicional de insalubridade dos trabalhadores que aderissem ao movimento grevista chegaram a todos os locais de trabalho. Um velho pelego capacho do reitor fez questão de ameaçar trabalhadores da FUNPAR que queriam participar das assembleias do SINDITEST.

Nós trabalhadores já sabemos os nomes desses honoráveis bandidos, que se venderam por cargos e tentam barrar a luta dos trabalhadores. Nosso Sindicato já tomou medidas contra essas ações. Enviamos várias denúncias ao Ministério Público do Trabalho e até à Polícia Federal, para que tomem providências contra prática antissindical e os crimes contra a organização do trabalho praticados por estes indivíduos, a mando da reitoria e dos partidos do governo federal.

Todas essas ameaças que os trabalhadores estão sofrendo partem de agentes subalternos, do baixo escalão, que querem aumentar as migalhas que recebem, “mostrando serviço” ao patrão, perseguindo e assediando os trabalhadores.

Trabalhador! Denuncie todo e qualquer ataque aos seus direitos ao Comando Local de Greve. O Sindicato e o Comando de Greve tomarão todas as medidas necessárias para enquadrar os assediadores!

Chega de ficar pagando a conta e pagando pelos atos ilícitos de outros, chega de ser explorado, chega de ser taxado como “vagabundo’’. Nós fazemos essa universidade funcionar. Não somos nós que estamos sendo investigados pela Polícia Federal por não trabalhar ou fazer parte de golpes da “Lava Jato”.

Nessa greve temos que enfrentar a EBESERH, que já nasceu de uma violação à Autonomia Universitária, cometida pelo reitor Zaki Akel. Essa “empresa” já está tomando providências para tornar a vida dos trabalhadores do HC um inferno, com sua lógica privatista e produtivista. A Reitoria da UFPR e a FUNPAR já foram denunciadas pelo SINDITEST no Ministério do Trabalho e Emprego, por descumprimento de leis básicas da CLT. Agora, sob a EBSERH, e durante a greve, com certeza teremos material para novas denúncias.

Queremos tranquilizar todos os trabalhadores da UFPR, do HC, da Funpar, da UTFPR e da UNILA. Estamos iniciando mais uma guerra e estamos prontos. Usaremos todas as armas necessárias nessa luta.

Vem pra Greve! Quem luta, educa!

Compartilhar.

Autor

Leave A Reply

X