Nota de solidariedade ao companheiro Renato Freitas

0

Por meio desta nota, o SINDITEST-PR vem manifestar solidariedade ao advogado Renato Freitas, mestrando da UFPR e companheiro de luta, vítima de violência e racismo cometidos pela Guarda Municipal de Curitiba e pela Polícia Militar do Paraná.

No dia 25 de agosto, uma quinta-feira, Renato e amigos ouviam rap no Largo da Ordem, na região central de Curitiba, quando ele foi abordado pela Guarda Municipal, que foi truculenta, violenta e racista, e o levou para o 3º Distrito Policial, onde Renato continuou a sofrer injúrias raciais e foi deixado nu e espancado. Esse processo de violência é a conduta padrão com a juventude negra e periférica, razão por que a Prefeitura de Curitiba e o Governo do Estado do Paraná são responsáveis. A exceção, nesse caso, é o fato de o Renato ser advogado e mestrando em Direito, fato repetidamente questionado pelos agentes públicos que o agrediram.

O SINDITEST manifesta solidariedade ao companheiro Renato e reafirma a necessidade e a disposição de construir uma Universidade e uma sociedade mais justas, democráticas e inclusivas, com a voz e as cores da classe trabalhadora, sem nenhuma forma de opressão

om52

Compartilhar.

Autor

Leave A Reply

X