Carta aberta à comunidade da UTFPR sobre a consulta para a reitoria 2016-2020

170

im23

 

Prezados(as) alunos(as) e servidores(as),

No último dia 27, a UTFPR organizou uma consulta à comunidade para discutir o projeto que norteará os rumos da instituição nos próximos quatro anos. Trata-se de um momento fundamental para debater qual é a Universidade que queremos e de que forma iremos construí-la. É natural e saudável, portanto, que as diferentes perspectivas de Universidade se manifestem também durante o período eleitoral – razão por que defendemos, em documento de 2 de dezembro de 2015, que a consulta fosse organizada exclusivamente pelas entidades representativas de forma paritária, considerando paridade real na votação (33,3% para cada segmento), com previsão de segundo turno e campanha de, no mínimo, 30 dias.

Respeitando o resultado da consulta realizada e desejando consolidar a democracia dentro da instituição, as entidades representativas da UTFPR manifestam o seguinte entendimento, a ser considerado nas próximas consultas para Reitoria e Direção Geral de Câmpus:

1. É fundamental que a UTFPR avance para uma paridade real
Há oito anos, a UTFPR contabiliza os votos das consultas ponderando a proporção de 80% para servidores (professores e técnico-administrativos) e 20% para alunos. Após isso, o Conselho Universitário, composto por mais de 70% de docentes, ratifica o resultado e envia a lista tríplice para o Ministério da Educação.

Embora a proporção 80/20 seja uma conquista importante, ela não é verdadeiramente paritária: os alunos têm sua representação subconsiderada e, mesmo entre os servidores, a proporção não é equânime porque há menos técnico-administrativos que docentes. No modelo atual, a porcentagem aproximada é a seguinte: 53% para docentes, 27% para técnico-administrativos e 20% para alunos.

Hoje, muitas Universidades Federais ponderam os votos de forma paritária (cada segmento compondo um terço do peso de votos), como a UFRPE, a UFRJ, a UFPR e a UFSM. Precisamos colocar a UTFPR no quadro das Universidades mais maduras politicamente do país.

2. Precisamos garantir as conquistas dos segmentos universitários

Para que a votação seja de fato paritária, além de destinar uma porcentagem igualitária entre as categorias, devemos garantir que os pesos sejam mantidos na tabulação do resultado da votação. Na consulta realizada há dias, sequer a proporção 80/20 foi respeitada – algo a ser revisto na fórmula eleitoral para a próxima eleição. Como as ausências foram contabilizadas entre os votos computados no resultado final, os estudantes tiveram apenas 5,14% de expressão na votação (ou, na melhor das hipóteses, abstraindo os ausentes da tabela final, 7% dos votos). É correto que os servidores definam 93% da votação? Considere-se, nessa questão, que cerca dos 25% estudantes votaram, um número considerado alto em relação a outras universidades consolidadas (em suas últimas eleições, a participação estudantil na UFF foi de 18%; na UFRGS, de 17%; na UFMG, de 10%; na UEL, de 18%).

A proporção 80/20, embora seja ainda parcial, deve ser entendida como uma conquista política dos segmentos universitários, que conseguiram, através de mobilização, romper com a concepção conservadora de que os estudantes e os técnico-administrativos têm uma contribuição menos qualificada sobre a instituição.

Portanto, os pesos deliberados pelo Conselho Universitário precisam ser garantidos, contabilizando na eleição apenas os votos válidos de cada categoria. Isso não mudaria o resultado desta eleição, mas desde já tornaria os índices mais próximos da participação política real, sobretudo no que tange à participação dos estudantes.

Curitiba, 13 de maio de 2016.

DCE-UTFPR
GECEL
SINDITEST-PR
SINDUTF-PR

Compartilhar.

Autor

170 Comentários

  1. Pingback: free dating sites phone numbers

  2. Pingback: priligy dapoxetine price south africa

  3. Pingback: ventolin brand

  4. Pingback: hydroxychloroquine 400

  5. Pingback: hydroxychloroquine success latest news

  6. Pingback: professional ivermectil vs regular ivermectil

  7. Pingback: stromectol for infected tooth

  8. Pingback: how much priligy is safe

  9. Pingback: ivermectin online without prescription

  10. Pingback: hydroxychloroquinnea for malaria prophylaxis

  11. Pingback: rayos 20 capsule uses

  12. First of all I would like to say excellent blog! I had a quick question in which I’d like to ask if you don’t mind.
    I was interested to find out how you center yourself and clear
    your head before writing. I’ve had a difficult time clearing my thoughts in getting
    my thoughts out there. I truly do enjoy writing however it just seems like the first
    10 to 15 minutes are generally lost simply just trying to
    figure out how to begin. Any suggestions or hints?
    Kudos! http://antiibioticsland.com/Bactrim.htm

  13. Pingback: ivermectin price

  14. Pingback: ivermectin in usa

  15. Pingback: ivermectin for humans usa

  16. Pingback: ivermectin 6 online

  17. Pingback: plaquenil trihydrate capsules 200mg

  18. Pingback: where to buy ivermectin tablets

  19. Definitely believe that that you said. Your favourite
    reason appeared to be at the web the easiest factor to consider
    of. I say to you, I certainly get annoyed at the same time as people consider issues that they plainly don’t understand about.
    You controlled to hit the nail upon the top and also outlined out the entire thing with no
    need side-effects , other folks can take a signal.
    Will likely be back to get more. Thanks http://ciaalis2u.com/

Leave A Reply

X