Assembleia geral aprova mobilização para o dia 9 de outubro

0

im26

 

A base do Sinditest – reunida em assembleia geral nesta quinta-feira, 29, na Reitoria da UFPR – aprovou uma mobilização para o dia 9 de outubro, às 15 horas, na Praça Santos Andrade, contra os ataques do governo ilegítimo de Michel Temer, como a reforma da Previdência, a PEC 241 e as mudanças no currículo do Ensino Médio.  O ato, realizado em parceria com diversos Sindicatos e Movimentos, está sendo divulgado nas redes sociais pela página `CWB Contra Temer`.

Os(as) trabalhadores(as) também aprovaram estado de alerta para, caso a PEC 241 vá para a Câmara dos Deputados, o Sinditest possa organizar uma caravana a Brasília para barrar a votação.

Outra deliberação da assembleia geral foi a organização de uma atividade, possivelmente uma palestra, sobre a reforma da Previdência. Serão convidados(as) especialistas para desconstruir os argumentos do governo, reforçados pela mídia, de que a previdência é deficitária.

Acidente no RU

Na última segunda-feira, 26, um acidente com uma panela industrial do RU da UFPR Botânico deixou um trabalhador terceirizado com queimaduras de terceiro grau em 9% do corpo. O que causou o incidente, segundo os funcionários(as), foi falta de manutenção. Na assembleia, o coordenador-geral do Sindicato Carlos Pegurski informou a base sobre o ocorrido.

“Nós temos que nos solidarizar com os trabalhadores terceirizados. Eles são invisibilizados, e são os que mais sofrem com a precarização. Com a PEC 241, que vai congelar contratações e concursos, esse cenário vai virar regra”, afirmou. Uma moção de apoio aos(as) trabalhadores terceirizados(as) da Universidade foi aprovada na assembleia.

Imóvel do Sindicato

Foi discutida a oferta recebida pelo Sinditest sobre o imóvel que abriga a sede administrativa. O proprietário do estacionamento localizado ao lado da sede propôs trocar um sobrado situado também na Avenida Agostinho Leão Júnior, próximo ao posto de gasolina, pelo imóvel do Sindicato.

Para que a questão possa ser acompanhada de perto, a base aprovou uma comissão de sete membros, que irão organizar a avaliação técnica dos dois imóveis, junto a uma imobiliária, e passarão as informações para os demais trabalhadores(as). A verificação será feita para avaliar se o negócio proposto é vantajoso para o Sinditest.

Farão parte da comissão:

im27

 

Leila de Souza, do Hospital de Clinicas (HC); Mayra Mateus, da Reitoria da UFPR; Marilis de Almeida, do HC; Rafael de Mello Lechakoski, do Centro Politécnico da UFPR; Rafael Jamur, do Setor de Ciências Jurídicas da UFPR; e os(as) coordenadores(as) de Administração e Finanças do Sindicato, Maximo Dias Colares, do HC, e Mariane Siqueira, do câmpus Jardim Botânico da UFPR.

Luisa Nucada,
Assessoria de Comunicação e Imprensa do Sinditest-PR.

Compartilhar.

Autor

Leave A Reply

X