TAEs: Categoria questiona cortes orçamentários e exige retomada das negociações

0

Aproveitando a visita do Ministro da Educação Cid Gomes na sexta-feira, dia 30, à UFRJ, uma representação da coordenação do Sintufrj entregou em suas mãos documento com severas críticas aos cortes no orçamento do que foi aprovado na Lei de Diretrizes Orçamentárias para a UFRJ em 2014 e à política de contingenciamento e atraso nos repasses de recursos para a universidade. Essa crítica acompanha posicionamento da direção nacional da Fasubra já divulgado em seu informativo, frente ao corte do governo no orçamento da educação para assegurar as metas de superávit primário.

O ministro Cid Gomes, no entanto, disse acreditar que o seu ministério pode ser o que mais fique imune às medidas do governo de cortes no orçamento.

Na ocasião, também foi questionado a não marcação, até o momento, de agenda de reunião do Governo com a Fasubra. Essa cobrança também se deu recentemente na reunião com o Fórum Nacional de Educação (FNE), onde a representação da Fasubra também questionou a não definição da agenda. A Fasubra protocolou no último dia 07 de janeiro, no MEC e em diversos outros órgãos governamentais, ofício pedindo a retomada do processo negocial, reiterando o seu conteúdo em 05 de fevereiro, e passado quase um mês, o Governo se omite de qualquer resposta, e ainda suspende a reunião da CNSC. Onde está a prioridade da Educação?

Fonte: FASUBRA Sindical

Compartilhar.

Autor

Leave A Reply

X