Reitorias adiam posicionamento sobre descontos dos servidores

196

“Não existe posicionamento. Vamos seguir o parecer da Andifes – Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior”. Este é o consenso entre os reitores da UFPR e da UTFPR, que aguardam a determinação oficial da entidade para deliberarem sobre o desconto dos(as) trabalhadores(as) em greve. O assunto também será debatido com o reitor da UNILA nesta segunda feira (21), às 14h.

Prevista para a próxima semana, a reunião dos(as) associados(as) da Andifes será decisiva para a classe. “Existe uma grande preocupação com a PEC 55. Em linhas gerais, não só a UTFPR, mas as instituições que estão alinhadas com a Andifes estão tendo esse encaminhamento”, afirmou Luiz Alberto Pilatti, reitor da Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Em reunião realizada ontem, dia 18, os dirigentes alertaram que até o momento não houve desconto no salário dos técnicos e técnicas. “Não fizemos nada antes de fechar a folha”, declarou Zaki Akel Sobrinho, reitor da UFPR.im18

 

Durante o encontro, as pautas da categoria, como a realização de sessões temáticas do Conselho Universitário sobre a PEC 55, foram postas na mesa e acatadas pelas reitorias, que sugeriram a realização de seminários organizados pelos técnicos(as), docentes e estudantes. Uma reunião para formatar o evento está marcada para esta segunda-feira, dia 21. Pilatti se comprometeu ainda a enviar a moção de apoio à greve dos técnicos ao Conselho da Universidade, uma vitória para o movimento paredista.

“O mais importante para nós é estabelecer uma mesa de negociação, reivindicando que nada seja responsabilizado, nem por uma Procuradora, nem por um Pró-Reitor individualmente, que isso seja pautado diante do nosso Conselho Universitário, que ele seja convocado o quantos antes”, destacou Mariane Siqueira, diretora do SINDITEST.

Os(as) técnicos(as), paralisados(as) desde o último dia 24, lutam contra a PEC 55, que congela por 20 anos os investimentos em saúde e educação e também contra os demais ataques do governo Temer, como as reformas trabalhista, previdenciária e do Ensino Médio.

Jurídico

O departamento jurídico do sindicato esclarece que, por enquanto, o que existe é uma especulação, não sendo possível verificar como se darão os eventuais acordos e descontos. “Sabemos que a decisão é prejudicial ao movimento grevista. Qual é o tamanho do prejuízo? Quais são as brechas que esse prejuízo deixa pra gente passar? Ainda não sabemos. O Direito não é matemática e texto permite interpretação. Vão chover teses de advogados do Brasil inteiro. A única certeza que temos é que o art. 207 da Constituição Federal assegura a autonomia universitária. O que permite aos reitores celebrar acordos”, assegura Anderson Santos, advogado do SINDITEST.

Para a advogada Josimery Paixão, o desdobramento da questão comporta mais interpretações. “A gente não tem que se ater só à questão legal. Historicamente, o movimento grevista nas universidades sempre foi pautado pelo diálogo e pelo acordo. Como nunca houve regulamentação, o desconto nunca ocorreu. É muito clara a discussão que coloca a responsabilidade para decidir se faz ou não o acordo à autoridade máxima da universidade. É a autoridade máxima que vai decidir se vai fazer acordo ou não com o movimento. A responsabilidade é do reitor, do Conselho Universitário”.

im19

 

Ela completou: “É inconcebível esse desconto e vários juristas tem esse mesmo posicionamento. Se a administração não consegue caracterizar o ilícito administrativo, na dúvida, que não se proceda o desconto”. No entendimento do sindicato,  a decisão não pode prejudicar o(a) trabalhador(a), que luta por uma causa legítima e tem o seu direito à greve garantido constitucionalmente.

Pressão

De acordo com os reitores, existe uma pressão por parte da Procuradoria Federal e da Advocacia Geral da União para que os descontos sejam aplicados.  “No Brasil, uma instituição, salvo juízo, já está fazendo o corte dos pontos dos servidores. Nós recebemos essa determinação. A pressão das Procuradorias Jurídicas é pelo corte e ainda não existe o acórdão. Nós recebemos as recomendações e estamos conseguindo não tomar essas medidas”, afirmou Pilatti.

Para Zaki, houve uma mudança de cenário. “Nós tínhamos uma posição que, respeitado o mínimo de pessoas trabalhando, entendíamos o movimento de paralisação. O parecer do Supremo Tribunal Federal mudou este quadro. Nós gestores estamos entre o rochedo e o mar. De um lado, pressão do governo, dizendo faça, desconte. Do outro lado, a gente tem a nossa leitura do quadro, das justiças dos movimentos, da mobilização das nossas comunidades que são legítimas”.

Negociação

Tanto Zaki quanto Pilatti se mostraram dispostos a negociar com os(as) técnicos(as). “A reitoria evidentemente vai negociar com clareza e transparência, esse é um compromisso que eu assumo: fazer as negociações naquilo que me cabe.  Sobre a greve não tomamos nenhuma medida, apesar da orientação. Dependemos da publicação deste acórdão que, mais dia, menos dia, vai acontecer”.

Boataria

É importante ressaltar que não há nenhuma determinação oficial para que se promova o desconto. “Na Administração Pública tem coisas que é melhor não fazer do que fazer. Orientar que as chefias façam ou não façam o desconto neste momento, me coloca numa situação de responsabilização que eu não quero assumir. Então prefiro deixar como está e aguardar mais uns dias”, afirmou Zaki. A previsão é que o posicionamento oficial da UFPR e da UTFPR aconteça na próxima semana.

Silvia Cunha,
Assessoria de Comunicação e Imprensa Sinditest-PR.

Compartilhar.

Autor

196 Comentários

  1. Global Gerçek İnstagram Takipçi Satın Al
    Hem gerçek hem de kalıcı sosyal medya takipçisine ulaşmak oldukça zordur.

    Bu sayı 10 bin olduğunda çok daha zordur.
    Takip2018 uzman ekip üyeleri tarafından sağlanan gerçek ve kalıcı takipçiler ile sosyal medya hesabınız kısa sürede Keşfet sayfasında yerini alabilir.

    Siz de İnstagram takipçi satın al kategorisinde yer alan 10
    bin yurt içi ve yurt dışı takipçinin yer aldığı paketimizi tercih
    edebilirsiniz.
    o halde takip2018 ile hiç düşünmeden sende instagram takipçi satın al

  2. Холостячка 2 сезон https://bit.ly/39ioLkW Смотреть онлайн шоу Холостячка 2 сезон на СТБ.
    Пост шоу можно смотреть тут. Холостячка стб 2 сезон 1-2 серия

Leave A Reply

X