No limite: para servidores 30 horas devem valer até final de maio

0
 Servidores (as) do setor Agrárias entregaram o pedido de celeridade nos processos para o vice-chefe do setor

Servidores (as) do setor Agrárias entregaram o pedido de celeridade nos processos para o vice-chefe do setor

Após sinalização de movimentação da categoria, marcada para hoje, 12, a reitoria da UFPR se adiantou e lançou ontem uma portaria que institui nova comissão das 30 horas. Agora, os servidores cujos processos estão enferrujados reivindicam solução até o final deste mês.

Estiveram representados na manifestação os servidores técnico-administrativo do setor de Agrárias, Biológicas, Saúde, Tecnologia e Jandaia do Sul. O descontentamento é com a vagareza na recomposição da comissão que avalia o tema, desmantelada no dia 28 de abril.

Foi entregue um documento com a solicitação dos trabalhadores à chefia do Setor de Agrárias, Secretaria dos Órgãos Colegiados e à Reitoria. Na ausência do reitor e vice-reitor, o Secretário da SOC, Dionei José da Silva, atendeu os trabalhadores. Ele sinalizou que os técnicos e os estudantes se adiantaram e indicaram nomes para a comissão e que a demora partiu do grupo docente. Carlos Pegurski, coordenador geral do Sinditest, destacou : “a impressão que nos dá é que a portaria só saiu porque estava no site do sindicato que nós faríamos a pressão aqui hoje”. Dionei prometeu mais pró-atividade por parte da administração.11

Agilidade da comissão

Uma comissão de servidores foi elencada hoje para se reunir com a nova comissão das 30 horas e acompanhar de perto o andamento dos processos que estão aguardando. Elisangela Rodrigues Assunção da Silva, servidora do setor de Ciências Biológicas, lembrou que seu processo tramita desde 2013, quando a comissão mantinha atividade. “Tanto tempo e ninguém sequer veio falar comigo”, lamentou.

Rufina Rodrigues Roldan, do setor de Agrárias, relatou que os trabalhadores estão angustiados por conta do longo prazo de espera.  “Estamos sendo penalizados por uma responsabilidade que não é nossa”.

Os servidores defendem que os processos aprovados pela comissão vão direto para a PROGEPE para homologação e depois sejam referendados pelo COUN, cuja próxima reunião está marcada somente para o dia 2 de junho. “Pra nós essa analise já passou, está completamente fora do tempo, por isso que até o final de maio é bom seja tudo resolvido”, sustentou Carlos.

Comissão

A comissão, conforme portaria nº 2527, de 11 de maio, é composta pelos seguintes membros:

Luiz Antonio Correa Lucchesi ( docentes)
Eduardo Todt (docentes)
Carla Cobalchini ( técnicos)
Luiz Fernando Mendes ( técnicos)
Vanessa Aquino de Lima (estudantes )
Wagner José Negrelo Biscaia (estudantes )
Maria Antonia de Quadros
Paulo Fernando Chmik

Adriana Possan
Assessoria de Comunicação do Sinditest-PR

Compartilhar.

Autor

Leave A Reply

X