NOTÍCIAS

23/01/2017 - Geral / UFPR / UNILA / UTFPR

OLT é realidade na UFPR, UTFPR e UNILA

Interior e litoral já contam com delegados(as) de base

Desde 1982, quando o Sinditest foi fundado, esta é a primeira gestão em que as três instituições que o compõem – UFPR, UTFPR e UNILA – contam com delegados e delegadas de base, consolidando, assim, a política de Organização por Local de Trabalho (OLT). Em outubro passado, os(as) filiados(as) do Sindicato elegeram democraticamente, por meio de assembleias, representantes dos campi do interior e do litoral das três instituições. No início deste ano, serão eleitos(as) delegados(as) da área acadêmica dos setores e demais unidades de Curitiba e, em seguida, será a vez do Hospital de Clínicas.

Você, filiado(a), sabe qual a função dos(as) delegados(as) de base e sua importância? Um dos coordenadores geral do Sinditest, Carlos Pegurski, explica: “eles(as) são um braço do Sindicato para servir de referência aos trabalhadores(as). A ideia é alcançar cada portinha em que houver um(a) trabalhador(a), conversar, tirar dúvidas, acolher sugestões e/ou críticas,  entregar o jornal sindical ou a ficha de filiação, por exemplo”.

Papel do(a) delegado(a)

Para a direção do Sindicato, o(a) delegado(a) possui um papel importantíssimo porque  ele(a) tem vivência e competência para apresentar questões voltadas diretamente ao seu local de trabalho: ele(a) é fundamental na identificação dos problemas e das suas causas e na definição de qual a melhor tática de luta para combatê-los. Também tem a função de, em momentos críticos, em especial de assédio moral, ser solidário(a) com seu(ua) colega de trabalho. 

Com a eleição dos(as) delegados(as) de base, a direção do Sinditest garante que os desejos e necessidades da categoria sejam manifestados, para que juntos, de forma participativa e democrática, sejam encontradas soluções para as questões apontadas. “Nós, trabalhadores, devemos ocupar esse espaço de representação. Isso fortalece a luta, melhora e democratiza a capacidade de decisão da entidade e também ensina lições valiosas para os enfrentamentos necessários para transformar esta sociedade em que vivemos”, enfatiza Carlos.

A eleição

Pelo estatuto do Sinditest, a eleição para delegados(as) sindicais de base será na proporção de um(a) delegado(a) para cada 50 trabalhadores(as). Eles(as) são escolhidos(as) por meio de votação direta em assembleia da categoria, em suas respectivas bases de representação, segundo condições e critérios estabelecidos no edital de convocação.

Ainda de acordo com o Regimento, para ser candidato(a), os (as) trabalhadores(as) deverão estar filiados(as) ao Sindicato até a data da publicação do edital. Para votar, no entanto, esse critério não é exigido. Basta que o(a) trabalhador(a) pertença ao local da eleição. A posse do(s) delegados(s) titulares e suplentes se dá na própria assembleia, conforme o número de vagas estabelecido para aquele local de trabalho.

Cartilha

Uma cartilha, produzida com o intuito de informar a base acerca da Política de Organização por Local de Trabalho, esclarece as principais dúvidas sobre o processo eleitoral dos delegados(as) de base, bem como sobre a importância desses(as) filiados(as) na representação dos(as) colegas e no diálogo com a direção do Sindicato.

A publicação, distribuída nos locais onde já foram realizadas eleições, está disponível na internet e pode ser acessada neste link. Informações sobre as eleições nos locais de trabalho de Curitiba serão publicadas na página do Sinditest, no momento do lançamento do edital que regulamentará o processo. Fique de olho! Participe!



Errata: Na edição impressa do jornal, faltaram os nomes dos(as) delegados(as) do Centro de Estudos do Mar (CEM), da UFPR Litoral:


Pontal do Sul - CEM

Silvana de Oliveira Borges
Delegada

Renato Fernandez do Amaral Lima
Suplente

Clique aqui e confira esta e outras matérias da última edição do Jornal do Sinditest-PR.

Assessoria de Comunicação e Imprensa Sinditest-PR


Veja mais notícias UTFPR